Qual a melhor dieta do mundo?

Por essa o Jamie Oliver não esperava: um professor de ciências de uma cidadezinha do interior dos Estados Unidos emagreceu 17kg comendo apenas McDonald´s.  (Clique para ler a matéria completa!)

size_590_mc-donalds-dieta

Isso mesmo! Ao contrário do Morgan Spurlock no documentário “Super Size Me”, que engordou mais de 10 quilos e piorou consideravelmente sua saúde, o professor John Cisna seguiu um programa nutricional no qual as três refeições diárias somavam cerca de 2.000 calorias e as quantidades de carboidratos, proteínas, gorduras e outros nutrientes eram próximas do recomendado por médicos e nutricionistas.

Não quero discutir aqui o impacto negativo que consumir McDonald´s com suas tranqueiras como transgênicos, aditivos químicos, sódio… tem na nossa saúde, mas o que esse Tiozinho nos mostrou é que QUALQUER DIETA funciona. Pois é… emagrecer todas emagrecem! Mas emagrecer com saúde são outros 500!

Na verdade, as dietas não são tão diferentes assim. A da proteína e até mesmo a vegan tem algo em comum. Não, eu não fiquei louca! Você já parou para pensar como que dietas tão diferentes levam ao mesmo resultado? 

Segue o raciocínio!

1. RESTRINGEM A QUANTIDADE CALÓRICA.

Sem milagres por aqui. Se uma pessoa consumia 5.000 calorias e passou a ingerir apenas 2.000, o resultado dessa conta a gente já sabe! Mas vale ficar atento ao tipo de restrição que a dieta prega. Já falei aqui (clica!) sobre os perigos de seguir regimes altamente restritivos.

Além disso, contar calorias não é a melhor forma de emagrecer com saúde, afinal não é preciso ser nenhum gênio para saber que existe muita diferença entre 2000 calorias de BigMac e 2000 calorias de salada, né?

2. ELAS FOCAM NA QUALIDADE NUTRICIONAL.

Quando feitas de forma correta e com acompanhamento, as dietas pressupõem que a gente evite alimentos altamente processados​​ e pobres em nutrientes, certo?

Os defensores da Paleo e low carb querem que você coma mais alimentos de origem animal e outros tipo de comida com elevados índices de proteína e gordura, e que sejam minimamente processados​​. Já os pró-Veganismo, por exemplo, também querem que você corte os industrializados e passe a comer alimentos mais naturais à base de plantas, ricos em fibras e antioxidantes.

O que elas têm em comum?

Todas estão falando para você comer… COMIDA! E se olharmos bem de perto, elas têm a mesma recomendação básica: comer alimentos nutritivos e cortar os industrializados​​. E fazer isso é mais importante para sua saúde do que ficar contando calorias!

3. TRAZEM NOVOS HÁBITOS.

Só o fato de você estar mais interessado na sua alimentação e prestar mais atenção no que você está comendo já faz muita diferença na sua saúde. Mas a criação de novos hábitos do tipo comer de 3 em 3 horas e beber 2 litros de água por dia, trazem muitos benefícios. E tanto faz se você está focada em cortar carbos, contar calorias, comer mais vegetais orgânicos ou aumentar a ingestão de proteínas.

4. AJUDAM A ELIMINAR DEFICIÊNCIAS NUTRICIONAIS.

Quando nós estamos mais atentas ao processo de comer, gradualmente passamos a consumir menos besteiras e começamos a escolher alimentos mais saudáveis, que consequentemente nos ajudam a sanar nossas deficiências nutricionais, passamos a nos sentir mais dispostas e acabamos dando os créditos para a dieta que estamos seguindo:

- Sou outra pessoa desde que comecei a seguir a Paleo.

- Minha pele é outra desde que cortei a Lactose. E nunca mais tive crises de renite também!!

Quantos depoimentos assim você já viu por aí? Às vezes essa transformação é tão dramática, que as pessoas se tornam verdadeiras talibãs da dieta XYZ. Mas em tese, bastava corrigir essa deficiência nutricional/alergia alimentar para que tudo na nossa saúde melhorasse. #pausaparareflexão ;-)

5. ESTIMULAM O EXERCÍCIO FÍSICO!

Quem chega no consultório – de uma nutri ou de um endócrino – querendo emagrecer, escuta sempre a mesma recomendação: faça exercícios! Não importa o quão opostas sejam as “filosofias dietéticas” que esses profissionais seguem, se exercitar é consenso entre todos!

E no caso do professor que emagreceu 17kg comendo Mac, o que brilhou pra mim foi o impacto da atividade física nesse resultado. Ele saiu do ZERO para 45 MINUTOS de caminhadas diárias.

Quando uma pessoa se exercita regularmente e com uma boa intensidade, ela está queimando/usando/transformando o que ela come (seja um Quarteirão com queijo ou uma bela salada) em energia e não estocando como gordura extra! E se você ainda tinha dúvidas de que caminhar é um ótimo remédio para a saúde, que tal calçar o tênis e começar? ;-)

Todo esse blábláblá é só para concluir que a melhor dieta do mundo na verdade

é aquela que é melhor pra você.

Como eu disse lá em cima: QUALQUER DIETA – com uma boa dose de esforço – funciona. Pois é… emagrecer todas emagrecem! Mas emagrecer com saúde são outros 500! Por isso, não adianta tentar seguir a “dieta da moda” só porque sua vizinha perdeu 20kg comendo ovo e salsicha, afinal magreza não é sinônimo de saúde. Além disso, também não é preciso gastar rios de dinheiro para entrar em forma. Feijão e arroz também emagrecem quando inseridos num plano nutricional coerente para a sua saúde e o seu estilo de vida. ;-)

08

Jan

  1. Biessa 08/01/2014 às 12:44

    Olha, Vanessa, você é uma ilha de bom senso nesse mar de talifãs de dieta!
    Escreveu tudo. Parabéns!

    Beijos

  2. Erika Elenbaas 08/01/2014 às 15:00

    Ótimo post Vanessa. Cada hora é uma dieta nova que aparece:tem Dukan, tem LCHF, tem Paleo. É só esperar mais uns meses que aparece uma nova. Parece que a cada dia estamos mais confusos em relação ao que comer e estamos esquecendo de levar em consideração o aspecto cultural da comida também.

    Não sou a favor de categorizar comida em vilão ou mocinho. O inimigo da vez é o glúten, quem será o próximo?

    Rezemos pelo equilíbrio! ;)

    Beijos

    Erika
    http://www.brigadeirodealface.com

    • Thalita 09/06/2014 às 07:53

      É verdade. Até dieta da Lua existe! Vamos ter bom senso, né?

  3. Mirian 08/01/2014 às 15:02

    Tu sempre sensata e equilibrada .
    Parabéns .

  4. Dani 08/01/2014 às 19:00

    Este fato acontecido nos USA é mais uma informação no mundo das dietas. Mundo que cresceu e cresce a números rasantes no mundo e pricipalmente nos USA. Onde a mídia trabalha para os dois lados: para vender o que lhe FAZ gordo e ao mesmo tempo também vende o que lhe pode fazer magro. O nome desta industria Chama-se DIETA. Primeiro lhe faz obeso e depos lhe faz “magro”.

    Este é um tema que todo esse Canal de Info sobre Dieta não aborda. Dieta não funciona. Se funcionace, bastava uma só. E o que se ver a cada verão vem uma nova, que a antiga, reformulada e propagada por alguém que está na TV, cinema ou em capas de revista de moda. E com forte apoio de todos os “meios especialistas” em Blogs, Face etc… Poucos como vc tenta mostrar um outro lado. O dia que for investido nas midias que ninguém precisa fazer DIETA, só precisa comer alimentos e não produtos. Todos vão ter equlibrio nutricional e com isso, não seremos a atriz do fime, mas seremos saudáveis.

    • Vanessa Musskopf 09/01/2014 às 10:59

      Oi Dani! Você concluiu com louvor o que venho sempre tentando mostrar no blog! É isso aí: dietas não funcionam, se funcionasse todo mundo estava magro!
      Bjão!!

  5. Camilla 08/01/2014 às 19:25

    Oi Vanessa tudo bem?? Ontem descubri seu site e dei uma olhada nas matérias!!!! Ameiiiii!!!!! Esse ano estou cuidado ainda MAIS da minha alimentacao pois ano que vem quero engravidar e decidir fazer esse plano alimentar pre-pré-natal. Fui ao nutricionista e me passou uma dieta de 1200 calorias… Enfim, o que eu queria sugerir ou te perguntar (ou até se vc puder me mandar por email) se por acaso voce já pesquisou sobre as quantidades saudáveis de cada componente nutricional na comida, quero dizer, no rótulo nutricional como eu sei se tem muito sódio ou se está bom? Como sei se tem muito açucar em cada 100gr ou na porçao?! Eu já pesquisei mas nao encontro nada concreto, cada lugar diz uma coisa e acabo sem saber…

    Muito sucesso com o site e vou continuar seguindo as suas matérias!!!!

    Beijos

    • Vanessa Musskopf 09/01/2014 às 18:48

      Oi Camila, obrigada!!!
      Só 1200 calorias???? Jesus como se vive só com 1200 calorias? Olha, eu não te conheço e nem conheço seu histórico de saúde, mas se eu puder te dar uma dica seria: procure uma nutricionista funcional ou que tenha como base a reeducação alimentar, pq 1200 calorias ao meu ver é extremamente radical. Você pode até emagrecer rapidamente, mas pode perder músculos e eu já falei aqui nesse post (http://santadieta.com.br/dicas/10-motivos-para-nao-fazer-dietas/) os perigos de perder músculos. E isso pode até mexer nos teus hormônios, sabia? E se você está tentando engravidar isso pode ser perigoso. O legal seria levar uma alimentação o mais natural possível, sem condimentos, sem adoçantes… faça trocas saudáveis como temperos, açúcar mascavo… Reeducação é o caminho!

      Quanto a sua dúvida, segue um link da Fan Page da Santa no Facebook. Espero que te ajude!
      https://www.facebook.com/photo.php?fbid=571354186266176&set=a.250018885066376.54643.151690484899217&type=3&theater

      Bjão!

  6. Cristiane 09/01/2014 às 10:48

    Bom dia mais uma vez Vanessa! O Padre Marcelo Rossi apareceu no Fantástico com a mesma dieta do hambúrguer que você comentou, ele emagreceu 35 kilos em 6 meses, porque ele corre 10 km por dia na esteira. Mas visivelmente ele esta muito debilitado físico e mentalmente. Você esta certa, o foco tem que ser a saúde e não o emagrecimento em si.
    Por falar nisso, já estou lendo o segundo livro da Geneen Roth, estou amando…agora vejo que emagrecer não resolve o problema, se você não resolver o que te fez engordar..
    Bjus e mais uma vez obrigada pelas dicas!! Amo o seu blog!!

  7. Maria Ismael 09/01/2014 às 11:02

    Excelente post, mais uma vez!! É revigorante e muito incentivador ler tudo o que você escreve! Agora, com o ano começando e as resoluções a serem seguidas e cumpridas, tantos instafitness por ai, dietas e mais dietas, corpos perfeitos, uma verdadeira obsessão pela magreza…. Ler um artigo sensato e tão bem escrito: NÂO TEM PREÇO (já pediu patrocínio pra mastercard? rsrsrs) Beijão

  8. Jackie 09/01/2014 às 11:32

    Nossa por isso que eu gosto deste blog! RA é o que há! não adianta nada virar rata de academia ou restringir tudo na alimentação por uns meses e depois voltar a comer tranqueira :P

    Bjs

  9. Camilla 10/01/2014 às 19:13

    Vanessa, vou consultar entao com outro médico que tenha uma orientaçao mais para gestantes para ver o que me falam… na verdade nao quero DIETA DIETA, eh isso que quero reeducaçao alimentar! Pois estava fazendo muitos “dias especiais” como chamamos com o meu marido (pizza, empanadas, pao de queijo) essas coisas…

    Obrigada pela dica da imagem no seu blog!! Vou la curtir e te seguir pelo face também!
    Obrigada pela resposta!

    Beijoooooo

  10. Alê 13/01/2014 às 16:10

    É a mesmíssima resposta que eu dei pra minha mãe quando ela comentou essa matéria comigo, ele emagreceu, mas “perdeu” junto um bocado de saúde.

    Adorei seu blog, conheci há uns dias, e já li todos os posts, hahah

  11. Glauciene 24/01/2014 às 12:50

    Olá Vanessa! Primeira vez visitando você e precisei comentar –oq nem faço sempre, que nunca li um texto tão coerente. Tem muito conteúdo na internet sobre emagrecimento. Tenho lido MUITO essa semana, especialmente, mas conteúdo BOM é difícil e estou encantada com seu cantinho aqui. Excelente! Vou continuar lendo e lendo mais um bom tempo, com certeza. ;) Sucesso e parabéns!

    • Vanessa Musskopf 24/01/2014 às 17:03

      Oi Glauci! Bem vinda a Santinha!!
      Obrigada pelo comentário! Eu faço o blog com muito carinho e fico super feliz quando esse cuidado é reconhecido pelas leitoras! Obrigada mesmo!
      Espero que você continue visitando e que goste das receitinhas também! ;-)
      Beijão

  12. Amanda 20/12/2014 às 23:21

    Adorei o artigo! De fato as todas as dietas tem algo parecido, então o que
    vai trazer resultado não é a dieta em si, é o seu esforço, determinação e disciplina para emagrecer.

    Parabéns pelo artigo!