Os benefícios (de ser ruim) no Pilates!

A primeira vez que eu pisei no estúdio de pilates eu estava decidida a melhorar minha flexibilidade. Depois de emagrecer, esse era o meu principal objetivo. Tracei a meta: 2 vezes por semana, durante 3 meses e fui! O “chão” é o limite! ;-) O problema é que não levei nem um mês pra perceber que eu era péssima no Pilates. Eu era a mais encurtada, a mais sem equilíbrio e pasme: a mais nova da turma! Rapidinho me senti frustrada com meu corpo. Não importava o esforço que meu cérebro fizesse, minhas mãos simplesmente não alcançavam os meus pés.

Não parece, mas eu estou me alongando! Hahaha!

Não parece, mas eu estou me alongando! Hahaha!

Eu, que sou do tipo pessoa “ou-tudo-ou-nada”, comecei a me puxar mais e mais… afinal eu tinha uma meta a ser cumprida. Meu esforço era tanto que, muitas vezes, eu esquecia até de respirar!! Quem já fez/faz Pilates, sabe o quanto a respiração correta é importante nos exercícios. E foi quando eu estava lá, roxa sem ar e cheia de dores, me forçando além do limite… eu percebi que – naquele momentomeu corpo não precisava que ULTRAPASSASSE meus limites, meu corpo precisava era de TEMPO. E ao invés de cancelar a matrícula, eu fui para as próximas aulas mais motivada. Parei de me impor regras, de correr contra o tempo e passei a escutar os limites do meu corpo e a fazer o que ele precisava que eu fizesse e não o que eu queria que ele fizesse! Percebe a diferença? ;-)

Hoje faz meio ano que eu vou ao Pilates e eu ainda não encostei a mão no chão. Tá quase!!!  Mas não desisto, aos poucos vou chegando lá fazendo aquilo que consigo fazer de forma focada, cuidando a respiração e 100% atenta na execução do movimento. É desse jeito que eu saio mais leve do que eu entrei. Sim, eu continua péssima, mas cada vez melhor! E vendo a história desse ângulo eu posso dizer sim que ultrapassei meus limites! 

pilates leven academia

20

Jun

  1. Ellen Gonzaga 20/06/2014 às 18:05

    Faço Pilates há quatro meses e a paixão aumenta a cada dia, embora a dificuldade tb. Cada movimento é uma vitória e enquanto isso, vamos vencendo nossos limites.

  2. Alicita 20/06/2014 às 19:28

    Oi, Vanessa! Faço pilates há exatos seis meses e posso dizer que isso me mudou, e muito. Minha fisioterapeuta une os exercicios do pilates com treinamento funcional e plataforma vibratória. Vou tres vezes por semana e é incrível observar como a postura mudou! Cheguei lá e não conseguia muita coisa. Hoje, ao alongar, alcanço o chão hahaha O proximo desafio é fazer os exercicios “penduradps”! Morro de medo de altura, mas chegarei lá. Continue insistindo no pilates. Os benefícios são muuuuitos. :) Parabéns pelo blog. Um beijo.

    • Vanessa Musskopf 24/06/2014 às 17:38

      Que showw!! Nossa e indo 3x na semana vc deve ter percebido bem rápido a melhora né? É incrível!!!
      Vou chegar no chão tb!!! Me aguardeee!!!
      E boa sorte dos exercícios no ar!!!
      Bjaoo

  3. Clarisse 20/06/2014 às 21:09

    Eu amo pilates! Já fiz em duas épocas diferentes e agora estou doida pra voltar, mas não consigo horário em nenhum estúdio perto do meu trabalho, no Centro do Rio…

    • Vanessa Musskopf 24/06/2014 às 17:36

      Putz! Sem bem como é… eu faço em cada horário bizarro e as vezes nem consigo encaixar tb! Tomara q vc consiga voltar logo!!
      Bjao

    • BÁRBARA 28/08/2014 às 13:39

      EU FAÇO NO ESPAÇO TRÍADES PILATES, FICA NA RIO BRANCO, PERTINHO DA PRESIDENTE VARGAS…MUITO BOM LÁ, O INSTRUTOR É ÓTIMO!!!

  4. Isabella 21/06/2014 às 16:50

    Até que minha elasticidade é boa, mas o equilíbrio.. Estou parada há 9 meses, e semana que vem devo voltar pro Pilates. Não quero nem me ver na bola novamente.. Era cada tombo homérico!

  5. Celso C 22/06/2014 às 08:01

    Lindaaaaaa!

  6. Paula Del Ponte 22/06/2014 às 19:46

    Oi Vanessa! Pilates é ótimo ne? Eu nunca imaginei que sairia mais dolorida do Pilates que da musculação (com aquela dorzinha boa haha).
    Eu passo por isso de ser ruim na musculação… Tenho uma lesão no joelho difíícil de corrigir, o que me impossibilita de aumentar o peso como as outras gurias da academia. Acabo treinando mais fraco que as vovózinhas hahaha. Antes isso me incomodava muuito, quase desisti, até que parei pra pensar que cada um tem seu tempo e que meu treino não é pior pq faço leg com 25 kg só, mas demorei pra ter esse pensamento :). Beijo!

    • Vanessa Musskopf 24/06/2014 às 17:34

      Hahahah! Eu acredito!!! Tem alguns exercícios que eu chego a tomar um suador!! #meabanaaa
      Pois é… cada uma de nós tem um tempo e o importante e não desistir!!!
      Bjão queridona!!

  7. Rosária Lobo 23/06/2014 às 12:31

    Adoro pilates, embora afastada… volto assim que puder!

  8. Rachel 26/06/2014 às 13:00

    Eu quero muito tentar um dia, mas quero perder mais peso ainda para. Adorei ler sobre! Bjs

  9. Bia Martins 01/07/2014 às 17:29

    Oi Vanessa td bem? Leio seu blog há bastante tempo mas nunca comentei. já fiz muito gelinho de couve! rsrsrs
    Eu fiz pilates durante 6 meses pq tive de parar a musculação há dois anos por conta de uma hernia na lombar. A hérnia melhorou, mas como eu odiava fazer aquilo, acho muito chato! no primeiro mês eu achava que era questão de costume, mas depois de seis meses eu saí.E é muito frustrante para mim ser magra e agora sem poder fazer mais musculaçao fiquei super flacida! Achei que o pilates que daria um pouco de massa mas nada!Acho que não há nenhuma outra atividade que dê o resultado da definição muscular ne?Meu médico me liberou para fazer de leve, mas fiz uma semana e morri de dor.

    • Vanessa Musskopf 01/07/2014 às 23:11

      Oi Bia!!!
      Pois é… o pilates ele dá alongamento, mas tônus muscular é algo bem leve e sutil. Pra ficar durinha nada como puxar uns ferros mesmo!! heheh
      Mas vai com calma aí, hein? Não vai te machucar com a volta aos pesos! Um passinho de cada vez!
      Bjaooo

  10. Bruna 02/07/2014 às 10:55

    Exercício é ótimo mesmo.. Pilates é a melhor opção, cansa, sua, mais o resultado é maraaa… ;)

  11. Leticia Ap. Maurici 02/07/2014 às 16:38

    minha situação é a mesma da colega acima, unica diferença é que pratico o pilates a três anos, mas também não noto diferença de tonus muscular não, no espelho mesmo: nada! mas no alongamento e na dor da lombar por causa da degeneração dos discos, sim!
    O problema é que musculação sem acompanhamento 100% é arriscado pra mim por causa desse problema na lombar, e pagar 35 reais a aula do pilates mais 40 de personal, quem aqui né amiga? o jeito foi ficar só no pilates e tentar melhorar a cintura no comes e bebes.. #depre

  12. Ana 06/08/2014 às 16:32

    Eu era a pessoa mais travada e sem alongamento do universo, até assustava as pessoas.. Dica: Muay Thai! Faço há 2 anos, coloco a mão no chão, a cabeça no pé e por ai vai.. Vale muito a pena!

    • Vanessa Musskopf 14/08/2014 às 08:37

      Juraaa, Ana??? Então eu ainda tenho jeito!!! HAHAHA
      Sabe que eu nunca tentei MUAY? Vou exeperimentar!
      Beijãooo!

  13. Bárbara (O Mundo na Cozinha) 29/08/2014 às 00:50

    Tô contigo, Vanessa – mas meu drama é com a yoga! A única coisa que me motivou foi que a instrutora disse que também não alcançava nada em nada quando começou haha. Vamos lá, um dia nós encostamos até as palmas da mão no chão ;) Beijo!

  14. Paulo 24/09/2014 às 09:34

    Ganhar flexibilidade é um dos benefícios que se pode atingir fazendo pilates, mas deve-se tomar cuidado para não forçar demais, pois isso pode resultar em lesões. Ganhar flexibilidade pode ser muito bom, mas o excesso de flexibilidade causa instabilidade articular, fato nada desejável.
    Trabalho com pilates há 9 anos, quem tem interesse de trabalhar com pilates acesse: http://www.unipilates.com.br

  15. Isadora 14/10/2014 às 12:54

    Oi, Vanessa! Por ter 13 anos e estar na tal fase de cresimento, posso dizer que o pilates realmente tem me ajudado muito, tanto na formação postural, que melhorou muito desde que comecei, até o meu psicológico (fui encaminhada ao Pilates por problemas relacionados ao stress e depressão). É incrível como uma atividade física pode ser tão satisfatória, mesmo que traga pequenas dores na coluna por não entendermos nossos limites… rs. Os resultados vêm aos poucos, mas são otimos. Já consigo encostar a mão no pé!!! :) O legal mesmo é que qualquer um pode fazer, desde que, no caso das mulheres, já tenha ocorrido a primeira menstruação. Que bom que você gosta também, poste mais sobre seus resultados ;) bjs

    • Vanessa Musskopf 12/01/2015 às 13:28

      Oi Isa!! Adorei teu depoimento!!
      Espero te ver mais vezes por aqui!!
      Beijaoo!

  16. Ariadne 15/10/2014 às 19:45

    Vanessa! to no pilates ha 1 mês e estou nessa luta!! sou horrivel! Mas estou apaixonada pelo que estou descobrindo e desenvolvendo, ja tenho notado mudanças e quero cada vez mais!
    beijos!!

    • Vanessa Musskopf 16/10/2014 às 10:28

      Oba!! Fico muito feliz em saber disso, Ari! Pq assim me inspiro a continuar tb!!
      Bjaoo

  17. Fernanda 21/10/2014 às 16:52

    Como vc é linda! Não conhecia o blog e adorei. Como vc faz esse coque no cabelo? rs beijo!

    • Vanessa Musskopf 27/10/2014 às 10:47

      Oi Fer!!! Obrigada!!!
      Faço com um presilha (aqui eu chamo de piranha) daquelas bem pequenas!!!
      Bjooo

  18. Eliana 18/11/2014 às 00:09

    Entrei no pilates por causa se uma protusão discal na lombar e confesso que achei que seria uma coisa bem “light”…puro engano!! Minha professora é excelente, e como todos tb comecei meio travada, mas estou apaixonada pelo pilates e em determinados exercícios tb dou uma boa suada. Mas depois de 9 meses fazendo é nítida a diferença no meu tonus muscular, em todas as partes do corpo, principalmente nas pernas.Vi várias pessoas dizendo que não veem diferença ou que esse é um processo muito lento, mas com dedicação e um bom profissional os beneficios vão mto além da elasticidade….adquiri força e resistência, que são os principais objetivos. Me “achei” no pilates, faço 3x por semana e por mim não paro nunca mais!!
    Bjks!!

  19. ☾ LUA ☾ 31/03/2015 às 23:44

    Vanessa comecei a fazer pilates ontem, a gente vai com uma ideia super louca né? De fazer tudo muito rápido.
    Eu tenho 23 e até agora tô me sentindo a mais nova da turma, sempre me perguntam se eu tenho alguma dor ou problema pra tá lá, mas estou lá pra ganhar resistência ^^